Quantos likes você precisa para ser feliz?

Por Patwant Kaur

Photo: Camila Muradas

Todo ser humano quer ser amado, querido e respeitado. A internet é um bom canal de expressão de opiniões e o que é postado aqui, tem uma repercussão no outro e gera uma contrapartida. Mas para muita gente ter algumas curtidas não é suficiente e por isto, elas estão comprando likes! Existe uma concepção de que se o número de seguidores nas redes sociais é grande, consequentemente elas serão mais vistas e amadas. Será que esse relacionamento com o virtual é saudável? Será que esta inclusão digital substitui as relações humanas?

O uso da internet traz praticidade, quebra barreiras antes inimagináveis para o conhecimento, amplia o networking. As redes sociais são um excelente de guia do comportamento humano. Elas revelam sobretudo o que está por trás de cada um. Quanto tempo por dia a pessoa destina ao virtual, quais são as suas preferências e como ela se relaciona com o que está lá.

Mas o contato com a internet pode funcionar como uma via de mão dupla. Se por um lado, existe um propósito na troca de informações e o fluxo é direcionado para o bem, possui qualidade, por conseguinte ela facilita, traz elucidação. Por outro lado, se existe apenas a necessidade por competição, por novas curtidas, por vender mais e criar conteúdo de forma desenfreada, ela pode perder um pouco o sentido.

O turbilhão de informações é grande e funciona em ritmo acelerado. A pessoa se conecta a um site, pula para outro, assiste um vídeo, depois outro e por aí vai. Essa navegação há mantém distraída de si, do momento presente, dos seus sentimentos e do próprio corpo. Essa relação com o meio virtual pode se tornar bastante maluca se não houver um freio e critérios de uso.

O bombardeamento de dados acontece por todos os lados, facebook, e-mails watts app, isto gera cansaço físico e emocional. Fica difícil criar um filtro, estabelecer limites pessoais. Grande parte do conteúdo deixa de ser atrativo pela exaustão. As pessoas enviam coisas porque este é o hábito E da mesma forma que remetem, precisam continuar produzindo pois esta é a maneira de continuarem em evidência.

A internet  é uma maravilha criada pelo homem no mundo moderno. Ela traz autonomia, poupa tempo e torna o conhecimento disponível a todos. Mas o que nos torna humanos é a nossa capacidade de doar afeto e amar. Ainda não existe substituição para um abraço e para o carinho.

 

 

 

Hits: 373

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: